42 confissões negativas (antigo Egito)

0
48

osiris

42 confissões negativas

As confissões negativas

1-       Não cometi assassinato, nem contratei ninguém para matar por mim.

2-       Não cometi estupro, nem forcei nenhuma mulher a cometer adultério.

3-       Não me vinguei de ninguém, nem ardi em cólera.

4-       Não causei terror nem jamais causei aflição.

5-       Não fiz que ninguém sentisse dor nem causei tristeza.

6-       Não fiz mal algum, não prejudiquei ninguém e nem causei sofrimento.

7-       Não causei dano a nenhuma pessoa nem maltratei animais.

8-       Não fiz ninguém chorar.

9-       Não tomei conhecimento do mal e nem agi nem com crueldade nem com injustiça.

10-   Não roubei, não me apropriei de coisas que não me pertencem, e nem daquelas que pertence a outrem. Não roubei nada dos pomares, nem tirei o alimento das crianças.

11-   Não cometi fraude, não acrescentei nada ao peso da balança, nem tornei os pratos da balança mais leves.

12-   Não devastei a terra lavrada, nem causei destruição a dos campos.

13-   Não expulsei o gado dos seus pastos, nem privei ninguém daquilo que lhes pertencia de direito.

14-   Não acusei ninguém falsamente, nem jamais apoiei nenhuma falsa acusação.

15-   Não menti, nem disse coisas falsas que prejudicasse alguém.

16-   Não esbravejei, nem provoquei a discórdia.

17-   Não agi com perfídia, não fui ardiloso, nem falei de modo enganoso que prejudicasse ninguém. Não negociei com ninguém de forma fraudulenta, nem atestei uma fraude que prejudicasse alguém.

18-   Não falei com escárnio, nem me manifestei para falar contra homem algum.

19-   Nunca tentei escutar o que não era dirigido aos meus ouvidos.

20-   Não fechei meus ouvidos para palavra de retidão e de verdade.

21-   Não fiz julgamentos apressados e nem fiz julgamentos impiedosos. Em meus julgamentos jamais fui apressado e sob nenhuma condição fui impiedoso.

22-   Não cometi nenhum crime no lugar da retidão e da verdade.

23-   Não fiz com que o senhor cometesse nenhuma injustiça contra seu servo.

24-   Não me enfureci sem motivo.

25-   Não fiz a água voltar na época da maré alta, nem detive o fluxo das correntes.

26-   Não destruí o leito dos rios.

27-   Não conspuquei as águas, nem polui a terra.

PECADOS

28-   não blasfemei contra deus, não desdenhei de deus, nem fiz aquilo que deus abomina.

29-   Não aborreci nem enfureci deus.

30-   Não roubei nada de deus nem furtei as oferendas dos templos.

31-   Não acrescentei nem reduzi as oferendas que lhe são devidas.

32-   Não furtei os alimentos ofertados a deus.

33-   Não retirei as oferendas feitas aos mortos abençoados.

34-   Não negligenciei as épocas designadas para as oferendas.

35-   Não maltratei o gado destinado a sacrifício.

36-   Não impedi as procissões em honra a deus.

37-   Não abati com intenção maldosa o gado de deus.

TRANGRESSÕES PESSOAIS

38-   não agi com perfídia, nem agi com insolência.

39-   Não fui excessivamente orgulhoso, nem me comportei com arrogância.

40-   Não exagerei minhas condições além do limite do que era adequado e conveniente.

41-   A cada dia trabalhei mais do que me era exigido.

42-   Meu nome não apareceu e jamais aparecerá no barco do príncipe.

Referencias:

Documentário: O Livro dos Mortos Egípcio (History)